Seja sempre bem-vindo e aproveite para visitar nossas outras páginas


TVs Emissoras

Para assistir a Tv clique na imagem 

> TV UOL

               Rede Brasil de Televisão # 

Fox envia notificação para que Google pare de linkar outras notificações

 

Talvez você nunca tenha ouvido falar da DMCA. É uma lei americana, que acaba sendo usada em diversos países como parâmetro, que faz algumas exigências relacionadas a direitos autorais. Por exemplo, de uma empresa descobre que seu conteúdo protegido por copyright caiu na rede, ela pode enviar uma notificação extra-judicial pedindo que o conteúdo seja removido – eu mesmo já fiz isso; se o responsável pelo site é sério, ele remove.
 
O mesmo é feito para que os buscadores parem de linkar conteúdo com copyright, uma forma de evitar que uma simples busca no Google leve o internauta para aquele conteúdo pirateado (se funciona ou não são outros quinhentos). O curioso é que, de vez em quando, vazam notificações com situações absurdas.
 
A Fox, produtora de filmes que você já conhece, enviou para o Google algumas notificações para remover dos resultados de busca algumas páginas que levavam para o download do filme Avatar. Eis que o Google procedeu do jeito que a empresa, e ainda enviou cópias das notificações para o site Chilling Effect, que funciona como um grande banco de dados sobre os pedidos envolvendo DMCA.
 
Ao buscar pelas URLs anteriormente contendo download de Avatar, o usuário chegava apenas à cópia das notificações no Chilling Effect, que não continha nenhum arquivo ilegal. Não é que o pessoal do jurídico da Fox enviou uma nova notificação para o Google, dessa vez pedindo que as páginas do Chilling Effect fossem removidas do índice?
 
A desculpa da Fox foi de que as páginas do Chilling Effects continham links para conteúdo ilegal. E o mais bizarro é que o Google realmente fez o solicitado na notificação, sem sequer atentar para o fato de que o buscador é parceiro do Chilling Effects na tentativa de dar transparência aos pedidos que citam a DMCA. Pois é…
 
Com informações: TorrentFreak.
 
https://tecnoblog.net/59003/fox-envia-notificacao-para-que-google-pare-de-linkar-outras-notificacoes/

Década de 1950 Assis Chateaubriand

Nos anos 1950, a TV teve no Brasil um caráter de aventura, sendo os primeiros anos marcados pela aprendizagem, com improvisos ao vivo (não havia ainda o videotape). O alto custo do aparelho televisor - que era importado - restringia o seu acesso às classes mais abastadas. Os recursos técnicos eram primários, dispondo as emissoras apenas do suficiente para manter as estações no ar.
 
Assis Chateaubriand queria aumentar seu conglomerado de mídia Diários Associados, e para isso, resolveu trazer a televisão para o Brasil. Como na época o equipamento não era produzido no país, toda a aparelhagem teve de ser trazida dos Estados Unidos.
 
Junto aos seus funcionários, foi buscar todos os equipamentos que chegaram por navio no porto de Santos no dia 25 de março de 1950, no litoral do estado de São Paulo. Os equipamentos eram todos encomendados da Radio Corporation of America (RCA). Antes disso, já havia realizado uma pré-estréia com uma apresentação do Frei José Mojica, um padre cantor mexicano. As imagens geradas não passaram do saguão do prédio dos seus Diários Associados, que possuía alguns aparelhos de televisão instalados.
 
Em 10 de setembro, é realizada uma transmissão pela TV Tupi ainda em sua fase experimental. O conteúdo exibido era um filme onde o ex-presidente brasileiro Getúlio Vargas relatava seu retorno à vida política.
 
Então, no dia 18 de setembro de 1950, Assis realiza seu grande sonho: coloca no ar oficialmente a TV Tupi canal 3 de São Paulo, PRF-3 TV. O transmissor de televisão comprado da RCA foi colocado no topo do prédio Banco do Estado de São Paulo. As imagens são geradas a partir de um estúdio localizado na Rua 7 de Abril, no centro da cidade. Uma célebre frase é dita por uma jovem criança de 5 anos de idade: "está no ar a televisão no Brasil". O logotipo do canal era um pequeno índio, e a garota estava vestida a caráter.
 
Na época a programação era improvisada e gerada completamente ao vivo. Os imprevistos ocorriam freqüentemente; somente na inauguração do canal uma câmera importada estragou poucas horas antes de entrar no ar, e todo o programa foi feito com somente uma câmera. Como não havia televisores ainda em São Paulo e nem outro lugar do país, Chateaubriand espalhou 200 aparelhos em lugares "estratégicos" da cidade de São Paulo.
 
Hebe Camargo, uma das pioneiras na televisão Brasileira.
Conta-se que estes aparelhos, importados, não conseguiriam chegar ao país no dia da primeira transmissão por problemas alfandegários. Sabendo disso, Chateaubriand utilizou de sua influência, que atingia diversos âmbitos, e antecipou a chegada destes aparelhos.
 
O primeiro programa criado especialmente para a televisão foi TV na Taba, cuja apresentação ficava a cargo de Homero Silva. Além dele, Lima Duarte, Hebe Camargo, Mazzaropi, Ciccilo, o balé de Lia Aguiar, Vadeco, Ivon Cury, Wilma Bentivegna, Aurélio Campos, o jogador Baltazar, a orquestra de George Henri e a poetisa Rosalina Coelho Lisboa também participavam.
 
A TV Tupi também foi a primeira a produzir e veicular um telejornal no Brasil. Imagens do Dia foi ao ar em 19 de setembro sem horário fixo, geralmente indo ao ar às 21:30 ou 22:00. As matérias eram filmadas com película de 16 milímetros e muitas vezes tinham de ser revelados e levados de avião para São Paulo ou Rio de Janeiro, quase sempre chegando em cima da hora.
 
A televisão continuava com audiência não muito significativa, pois todos os televisores tinham de ser importados. Mesmo assim, Chateaubriand conseguiu vender um ano de espaço publicitário para algumas empresas.
 
O primeiro teleteatro estréia em novembro daquele ano. A Vida por um Fio (baseado no norte-americano Sorry, Wrong Number) era um drama policial com Lima Duarte, Lia de Aguiar, Walter Forster, Dionísio Azevedo e Yara Lins, contando a história de uma mulher estrangulada pelo marido com um fio de telefone.
 
Em 22 de novembro as concessões do governo passam a existir. Ganharam as primeiras concessões a TV Tupi, a TV Record, canal 7 de São Paulo e a TV Jornal do Commercio, canal 2 de Recife.
 
Em janeiro de 1951, é inaugurada por Assis Chateaubriand a TV Tupi do Rio de Janeiro (canal 6), o segundo canal de TV do país. Os dois canais operavam de forma independente um do outro, pois não havia na época satélite nem torres de transmissão ou videotape, sendo a programação de cada canal transmitida ao vivo.
 
Outros canais pioneiros dos anos 1950 foram:
 
a TV Paulista, canal 5 de São Paulo, inaugurada em março de 1952;
a TV Record, canal 7 de São Paulo, inaugurada em setembro de 1953;
 

Com a inauguração desses canais, São Paulo passou a ter em fins de 1953 três canais, e o Rio de Janeiro um canal (TV Tupi).
Aos poucos, o grupo dos Diários Associados inaugurava outras emissoras de TV pelo país. Em 1955, inaugurou-se a TV Itacolomi, canal 4 de Belo Horizonte. 
 
Em 1959 surgia a primeira emissora de TV do Rio Grande do Sul: a TV Piratini, canal 5 de Porto Alegre. Essas e outras emissoras do grupo pertencente a Assis Chateaubriand, inauguradas nos anos seguintes, formariam a Rede Tupi de Televisão na década de 1970.
 
https://pt.wikipedia.org/wiki/Televis%C3%A3o_no_Brasil#D.C3.A9cada_de_1950

A televisão em cores

A televisão em cores surgiu em 1954, na rede norte-americana NBC. Um ano antes o governo dos Estados Unidos aprovou o sistema de transmissão em cores proposto pela rede CBS, mas quando a RCA apresentou um novo sistema que não exigia alterações nos aparelhos antigos em preto e branco, a CBS abandonou sua proposta em favor da nova.

 
Em 1960 a japonesa SONY introduz no mercado os receptores de televisão com transistores. O satélite Telstar transmite sinais de televisão através do Oceano Atlântico em 1962. 
A miniaturização chegou em 1979 quando a Matsushita registrou a patente da televisão de bolso com ecrã plano.
 
No Brasil, a primeira transmissão de televisão deu-se por conta do leopoldinense Olavo Bastos Freire, que construiu os equipamentos necessários e transmitiu uma partida de futebol em 28 de setembro de 1948, na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais. 
 

Tubo Ignoscópio

Em 1923 Vladimir Zworykin registra a patente do tubo iconoscópico para câmaras de televisão, o que tornou possível a televisão eletrónica.

O primeiro sistema semi-mecânico de televisão analógica foi demonstrado em Fevereiro de 1924 em Londres, e, posteriormente, imagens em movimento em 30 de outubro de 1925.

Um sistema eletrônico completo foi demonstrado por John Logie Baird e Philo Taylor Farnsworth em 1927. O primeiro serviço analógico foi a WGY em Schenectady, Nova Iorque, inaugurado em 11 de maio de 1928. Os primeiros aparelhos de televisão eram rádios com um dispositivo que consistia num tubo de néon com um disco giratório mecânico (disco de Nipkow) que produzia uma imagem vermelha do tamanho de um selo postal.

O primeiro serviço de alta definição apareceu na Alemanha em março de 1935, mas estava disponível apenas em 22 salas públicas. Uma das primeiras grandes transmissões de televisão foi a dos Jogos Olímpicos de Berlim de 1936. O uso da televisão aumentou enormemente depois da Segunda Guerra Mundial devido aos avanços tecnológicos surgidos com as necessidades da guerra e à renda adicional disponível (televisores na década de 1930 custavam o equivalente a 7000 dólares atuais (2001) e havia pouca programação disponível).

 

https://pt.wikipedia.org/wiki/Televis%C3%A3o

Aborrecido pelos anúncios? Assista em tela cheia ou 

clique aqui e instale o AdBlock (bloqueador de anúncios).

 

(Entretanto, o) Google quer que você pare de usar o AdBlock no Chrome
 
Você acha que conseguiu ser mais esperto que o Google ao instalar o AdBlock no Chrome? Pense de novo! Pode ser que, muito em breve, receba um pedido da empresa para que considere voltar a ver anúncios. Afinal, é isso que os financia.
 
A descoberta foi de Otávio Müller, que mostrou para o Google Discovery a mensagem. Ela pede de uma maneira bem cordial que o usuário volte a ver anúncios nas páginas, afinal, você usa serviços do Google de graça todos os dias.
 
Ao concordar, o AdBlock adiciona uma enorme quantidade de sites às exceções. 
(* Libera, sem exceções).
 
O maior problema dos anúncios nas páginas nem é tanto o fato de alguém tentar te vender algo o tempo todo, mas tornarem os sites mais pesados e visualmente poluídos. Isso incomoda tanto que o AdBlock tem, só no Chrome, mais de 15 milhões de usuários.
 
Não encontramos mais informações sobre o pedido do Google, se é apenas um teste ou se será adotado para todos os usuários, ou até mesmo que chegará a outros navegadores além do Chrome. Assim que tivermos mais informações, damos o update.
 
(* adicionado ao texto original)
 
 
 
Adblock >> leia mais

 

 

é OPCIONAL: para os canais em que aparecer esta informação, desative somente se quiser.
 
Please disable your ad blocker!
Por favor, desactive el bloqueador de anuncios! (AdBlock)
A publicidade é o que mantém o site no ar de forma gratuita
Para ver os canais desse site favor desativar o Adblock