Seja sempre bem-vindo e aproveite para visitar nossas outras páginas


Regime (Governo) Militar  de 1964 à 2014 = 50 anos

O Governo Militar chamado pelos esquerdistas de “ditadura e/ou: golpe militar” !

Comparem as diferentes versões e tirem suas próprias conclusões.

CONFUSÃO| Tumulto marcou a sessão solene na Câmara que relembrou os 50 anos do Golpe de 1964. Durante o discurso de Luiza Erundina, um grupo exibiu uma faixa parabenizando os militares pelo "Golpe".
https://bit.ly/QCwXTg
Foto: Antonio Augusto / Câmara dos Deputados
#Câmara   #Ditadura       # 50anosdoGolpe          

 
TERÇA-FEIRA, 1 DE ABRIL DE 2014.
 
Sessão solene sobre golpe tem confusão na entrada e performance de Bolsonaro
 
<< Bolsonaro provoca reação dos colegas ao anunciar que presidiria a sessão.
 
Quem resolveu acompanhar a sessão solene convocada hoje a pedido da deputada Luiza Erundina (PSB-SP), pelos 50 anos do golpe militar, viu confusão por todos os lados. Preocupada com uma eventual superlotação do plenário, a presidência da Câmara decidiu distribuir apenas 100 senhas que autorizavam acesso ao local.
 
Não tardou para que autoridades barradas na porta logo começassem a discutir com seguranças. O deputado Amaury Teixeira (PT-BA) logo disparou: “Isso aqui está parecendo a sessão da ditadura”.
Também barrado, o secretário de Cultura do Distrito Federal, Hamilton Pereira, teve que ser socorrido pelo deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), que interveio junto à segurança para que o colega pudesse entrar no plenário.
Para completar, quem protagonizou a confusão dentro do plenário foi o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ).
 
Alegando ser o parlamentar mais velho presente no local, ele logo sentou-se na cadeira de presidente da mesa e anunciou que iria presidir a sessão, já que o titular do posto, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) não estava presente. Os deputados que já se queixavam na plateia foram salvos por Mauro Benevides (PMDB-CE), que é mais idoso que Bolsonaro e tomou a cadeira.
 
Autor: Luciana Lima
 

;


O "golpe militar": versão apresentada pela EBC (da forma que foi publicado)

A história do "golpe militar" de 1964

Historiador conta como era o clima político na época, como foi o golpe e suas consequências
A história do Golpe Militar de 64 que desencadeou a ditadura militar no Brasil é narrada pelo professor doutor Antônio José Barbosa, historiador da Universidade de Brasília (UnB) de maneira clara e simples. Ele concedeu entrevista à jornalista Luiza Inez Vilela, produtora e apresentadora do programa Cotidiano na Rádio Nacional de Brasília. 
 
Produção: Luiza Inez Vilela
O historiador Antônio Barbosa, professor da UnB, conta como foi o "golpe" de 64 e suas implicações.
  

 

Radionovela Vidas Interrompidas: o "golpe de 1964" - capítulo 1
Vidas Interrompidas conta a história de uma família que sofreu diretamente com o Golpe de 1964.
 
Ouça o primeiro capítulo da rádio novela Vidas interrompidas
Diana, hoje uma mulher, relembra as histórias de sua infância quando o Brasil sofreu o "golpe militar em 1964".  Na época, Diana só tinha 8 anos, mas sua família sofreu as consequências do acontecimento. Neste primeiro capítulo o comandante da Panair do Brasil, Roberto, pai de Diana, será surpreendido com uma mudança radical em sua vida...
 
Ficha Técnica: - Vidas Interrompidas:
Produção e direção: Artemisa Azevedo.
No elenco: Marcelo Ferreira, Patrícia Fontoura, Sula Sevillis, Luiza Inez Vilella e Samuel Farias.
Narração: Artemisa Azevedo.
Sonoplastia: Messias Melo, Artemisa Azevedo e Marcos Tavares.
Pesquisa: Artemisa Azevedo e Patrícia Fontoura.
Produção: Artemisa Azevedo
Imagem: avião da Panair do Brasil - Consttelation - Wikipedia Creative Commons
 

 

( Tradução > Desculpe este conteúdo ainda não está disponível. Tente pesquisar no 4shared.) 

Clique aqui para ouvir no Mega

Radionovela Vidas Interrompidas: o "golpe de 1964" - capítulo 2
Vidas Interrompidas conta a história de uma família que sofreu diretamente com o "golpe de 1964".
 
Ouça o segundo capítulo da radionovela Vidas Interrompidas. 
Diana, hoje uma mulher, relembra as histórias de sua infância quando o Brasil sofreu o "golpe militar em 1964".  Na época, ela só tinha 8 anos, mas sua família sofreu as consequências do acontecimento. Neste segundo capítulo, Roberto, pai de Diana, perde seu emprego na Panair do Brasil e precisa mudar do Rio de Janeiro. Diana sofre muito com essa decisão.
 
Ficha Técnica: - Vidas Interrompidas:
Produção e direção: Artemisa Azevedo.
No elenco: Marcelo Ferreira, Patrícia Fontoura, Sula Sevillis, Luiza Inez Vilella e Samuel Farias.
Narração: Artemisa Azevedo.
Sonoplastia: Messias Melo, Artemisa Azevedo e Marcos Tavares.
Pesquisa: Artemisa Azevedo e Patrícia Fontoura.
 

 

Eles não nos calaram: 
Ouça aqui o especial sobre os 50 anos do "golpe".
Docudrama lembra os 50 anos do Golpe Militar e homenageia os 36 artistas da Nacional demitidos no dia em que os militares tomaram o poder.
 
Gerdal dos Santos, até hoje atuante na Nacional e Gracindo Júnior, são os únicos vivos da lista do demitidos, e assim como outros nomes históricos como Oduvaldo Viana, Dias Gomes, Mário Lago, Jararaca e Heitor dos Prazeres, foram as primeiras "vítimas" em potencial do AI-1. O edifício "A Noite", endereço histórico na Praça Mauá onde funcionou a Rádio Nacional, chegou a ser invadido e tomado pelos militares.
 
Produção: Nely Coelho
Marcos Gomes em 30/03/2014 - 11:37 atualizado em 31/03/2014 - 13:20   EBC Rádios
 
Ouça a íntegra do docudrama "Eles não nos calaram" especialmente produzido pela Nacional do Rio para lembrar os 50 anos do "golpe mlitar". O programa narra o momento vivido pelo país por meio do depoimento dos atores Gerdal dos Santos e Gracindo Júnior, dois dos 36 artistas da emissora sumariamente demitidos exatamente no dia em que os militares tomaram o poder.

 

 

 

 


“É necessário que todo guerrilheiro urbano mantenha em mente que só poderá sobreviver se estiver disposto a matar os policiais e todos aqueles dedicados à repressão. E se está verdadeiramente dedicado a expropriar a riqueza dos grandes capitalistas, os latifundiários e os imperialistas."
Carlos Marighella

Conheça e baixe o 'Manual do Guerrilheiro Urbano' - Autor: - Carlos Marighella

 Clique aqui para saber mais sobre o autor

☞ Leia mais aqui!


Agora a história vista de forma imparcial, pesquisada e contrariando questões direcionadas a ideologias como uma forma de reescrever os fatos da forma que realmente eles aconteceram.

 DITADURA a BRASILEIRA o livro

Autor:- MARCO ANTONIO VILLA
 
SINOPSE
 
Esta obra procura desmistificar a chamada "ditadura" brasileira, tanto em sua duração como em seus efeitos. Narra aqui a história desse período buscando não omitir quanto aos excessos que levaram à perseguição, tortura e morte no período entre o final de 1968 e 1979, e, para ele, porém, 'o regime militar brasileiro não foi uma ditadura de 21 anos. Não é possível chamar de ditadura o período 1964-1968 (até o AI-5), com toda a movimentação político-cultural. Muito menos os anos 1979-1985, com a aprovação da Lei de Anistia e as eleições para os governos estaduais em 1982'.
 

Conhecer a verdade sobre o Regime Militar pelo historiador Marco Antonio Villa

Marco Antonio Villa é um historiador brasileiro, mestre em Sociologia pela Universidade de São Paulo e doutor em História Social pela USP.

 

M A Villa - Ditadura à Brasileira vídeos 1 - 2 - 3  BR 

Publicado em 12 de Junho de 2014 por: Thiago Silva em 3 partes.

Marco Antonio Villa - Ditadura à Brasileira - 1964-1985 A Democracia Golpeada à Esquerda e à Direita 
Videos da entrevista para a univesp  > Parte 1   > Parte 2 > Parte 3
 
É rotineira a associação do regime militar brasileiro com as ditaduras do Cone Sul (Argentina, Uruguai, Chile e Paraguai). Nada mais falso. Enquanto a ditadura argentina fechou cursos universitários, privatizou e desindustrializou a economia, no Brasil ocorreu justamente o contrário. Os governos militares industrializaram o país, modernizaram a infraestrutura, romperam os pontos de estrangulamento e criaram as condições para o salto recente do Brasil.
 
Sem se omitir quanto aos excessos que levaram à perseguição, tortura e morte no período entre o final de 1968 e 1979, para ele, porém, "o regime militar brasileiro não foi uma ditadura de 21 anos. Não é possível chamar de ditadura o período 1964-1968 (até o AI-5), com toda a movimentação político-cultural. Muito menos os anos 1979-1985, com a aprovação da Lei de Anistia e as eleições para os governos estaduais em 1982.

Professor e Historiador Wander Pugliesi: - "Não houve Ditadura no Brasil" - Áudio da Rádio Nereu Ramos

Clique aqui para ouvir e baixar a entrevista completa -Tipo de arquivo mp3 tamanho 89,612 KB


Silvio Matos e o Governo Militar

Livro - Esquerda Caviar:- A Hipocrisia dos Artistas e Intelectuais Progressistas no Brasil e no Mundo. 

Nas principais livrarias


Para saber mais clique nos links Relacionados
  1. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/coronel-carlos-alberto-brilhante-ustra/
  2. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/e-este-artigo-foi-publicado-em-10-12-2010/
  3. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/chico-xavier-fala-sobre-o-regime-militar/
  4. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/farc-no-brasil/
  5. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/mais-sobre-regime-militar/
  6. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/o-legado-do-governo-militar/
  7. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/atualidades/regime-militar/a-verdade-escondida/
  8. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/atualidades/regime-militar/
  9. https://studio3portal.webnode.com/news/cena-terrivel-um-general-ditador-torturando-criancinhas-que-tentam-fugir-desesperadas/
  10.  https://studio3portal.webnode.com/news/o-contra-golpe-de-1964/ 
  11. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/depois-de-51-anos-a-populacao-volta-a-clamar-pelas-ffaa/
  12. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/mobilizacao-comeca-a-tomar-vulto-na-internet/
  13. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/a-necessidade-de-uma-intervencao-no-brasil/
  14. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/principais-obras-de-infra-estrutura-realizadas-no-brasil/
  15. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/os-presidentes-militares-e-suas-respectivas-obras/
  16. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/os-presidentes-militares-e-suas-respectivas-obras/
  17. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/principais-obras-de-infra-estrutura-realizadas-no-brasil/
  18. https://comdisponibilidade.webnode.com.br/news/aos-que-nao-viveram-a-contra-revolucao-de-31-de-marco-de-1964/

alguns Comentários:

 
Eliseu
6 days ago
Eu vi o início meio e fim, hoje vivendo dentro de um estado democrático, digo como é bom a democracia. Até quem agiu a revelia da lei tem o direito de se pronunciar discordando e não precisa se preocupar, pode fazê-lo em qualquer local público. Naquele tempo quem discordasse e fosse visto por algum agente era levado à uma Delegacia interrogado e rezar para não levar umas belas bofetadas do delegado e seus investigadores. Viva a Democracia.! ” Golpes, ditaduras, torturas, sepultamentos clandestinos e censuras NUNCA MAIS’
 
Daniel
replied:6 days ago
Eu vi o meio e o fim. Me orgulho muito disso. Tenho consciência que, se não tivesse acontecido, hoje não estaríamos nos manifestando na internet. Yoani Sánchez, blogueira cubana, bem mais nova do que eu, sabe bem do que estou falando. A Liberdade é muito boa!!!
 
Grampola
replied:6 days ago
Ei baba ovo de torturadores e corruptos da ditadura, vão tomar no cu, ditadura nunca mais. Queremos os torturadores na cadeia que é lugar dele.
 
Daniel
replied:6 days ago
Cuba está de braços abertos esperando os discípulos do barbudo!!! É só tentar a sorte!!!
 
Manoel
replied:6 days ago
Meu pai passou toda esta fase e nunca foi preso e nunca sofreu tortura nenhuma e nunca teve a necessidade de sair do Brasil,eu tenho a impressão que você, deve saber muito bem o que é uma ditadura, Mais antes que eu te explique tenho umas perguntas pra você você deve ter um salario de mais de 12 mil reais por mes com ajuda de custo para gasolina roupa correios ajuda de custo para moradia e outras falcatruas que a democracia propicia e o melhor hospital de São Paulo caso fique doente e a regalia de só ser julgado pelo supremo tribunal federal, caso você não tenha nenhuma destas coisas que falei por favor retira este comentário seu do ar .
Agora vamos falar de ditadura se caso você trabalhar e seu teu encarregado ordenar que todo o setor que você trabalha realize uma tarefa voce tem que fazer ? Claro que sim pois do contrario no minimo toma uma advertência e no máximo vai pra rua (ISTO É DITADURA).
eu tenho a impressão de que voce é assalariado e quando se aposentar vai viver de INSS
 
Gilberto Jr
replied:6 days ago
A democracia é muito boa, mas o que vivemos hoje não é democracia. Para mim, democracia é poder sair de casa tranquilamente, sabendo que terei todos os meus direitos respeitados, que serei tratado pelo poder público com dignidade, que minha propriedade não será violada, a que até mesmo minha vida me será garantida, e que se alguém atentar contra qualquer desses direitos fundamentais, este será exemplarmente julgado e punido. Pergunta: Isso é o que acontece no Brasil ? Não, não é. À época do regime militar, realmente tínhamos menos direitos, muito menos, mas eram respeitados.
 
Netinho
replied:6 days ago
Isso vai acabar meu caro, espere a lei da homofobia passar. Você será amordaçado. A menos que vc seja gay.
 
orlando guardian
6 days ago
Só apanhou quem estava ligado à revolução comunista. Garoto, eu vivi os anos 70 e país estava bem, obrigado. Os vagabundos que hoje comandam a máquina corruptora do governo brasileiro teriam sido piores ditadores que Lênin, tenho certeza – veja-se a ditadura infiltrante de “aparelhos do partidão comunista internacional” – eles não admitem o contraditório, não são democratas, veja-se os Castro em Cuba, Maduro-Chaves em Venezuela, Putin ditador na Rússia…Os militares acertaram em combater essa invasão estrangeira que até hoje canta o hino da Internacional Comunista…são estrangeiros, vão-se embora!
 
Cris
6 days ago
trafico de droga dominando tudo, povo brasileiro sem cultura sem educação, bandidos soltos fazendo o que querem com as famílias de gente trabalhadora como eu, nenhuma obra de porte ou infraestrutura foi realizada no governo civil até hoje (só para copa), idiotização geral da nação com axé, funk, carnaval, futebol, cerveja, churrasco, e álcool; televisão aberta que não ensina nada só PORCARIA; corrupção fora de controle em todas as esferas do governo e da sociedade… e muito mais… sinceramente… VOLTEM LOGO MILITARES !!!!
 
Netinho
replied:6 days ago
Parabéns Cris, disse tudo! Quero os militares de volta!
 
ANTONIO
6 days ago
Que pena, este pessoal que levanta esta bandeira, o qual nunca viu uma ditadura, na sua essência, nem se quer passou por situações degradantes, como naquela época. Imagino que não passam de “Saudosistas” que, hoje, acham que não tem liberdade, e, se infiltram com alguns baderneiros que querem tumultuar o trabalho de pessoas sérias, com o objetivo de demonstrar que não estamos contentes, e que queremos seriedade. Precisamos sim rever nossos conceitos, visões, pois não podemos continuar agindo como quem não tivesse lei. Está na hora de dar responsabilidades a quem governa, direta e indiretamente, quer no setor público ou privado, onde vemos uma nação completamente corrompida, onde ser honesto é ser bobo, “trouxa” etc. Temos que rever estes princípios, se quisermos ser uma nação séria respeitada, decente.
 
orlando
6 days ago
Olha o que a tal democracia cubana nos trouxe: Trafico de drogas, povo brasileiro sem cultura sem educação, bandidos soltos fazendo o que querem com as famílias de gente trabalhadora, nenhuma obra de porte ou infraestrutura foi realizada no governo civil até hoje (só para copa), idiotização geral da nação com axé, funk, carnaval, futebol, BBB, cerveja, churrasco, pinga, televisão aberta que não ensina nada só PORCARIA; corrupção fora de controle em todas as esferas do governo e da sociedade… os petralhas assaltando os cofres públicos (BB, BNDES, Petrobrás, etc…e muito mais… sinceramente… VOLTEM LOGO MILITARES !!!!
 
Alexandre
replied:6 days ago
APOIADOO
 
Força Nacional
replied:6 days ago
Falou tudo Orlando!
Venho de uma família humilde, porém honesta e trabalhadora e nunca vi NINGUÉM reclamar dos militares….pelo contário!!
Hoje, os mesmos que se dizem vítimas da ditadura, são os comunistas safados de outrora que estão aí no poder depenando o País, sem falar de todos esses gupinhos de esquerda (gays, maconheiros, black-blocks e etc…) que nada de útil acrescentam ao Brasil.
O governo militar não perseguia gente de bem, apenas não tolerava anarquia!!
VIVAM OS MILITARES!!!
 
sergio mendes
6 days ago
eu simplesmente nao acredito como esta discussão ainda existe
a mazela da democracia esta na corrupção do ser humano, na Ditadura ela existe do mesmo jeito, porem, os que descordam vao para o pau-de-arara.
Ditadura NUNCA é coisa boa, seja ela de direita ou de esquerda, ditadura é entregar para um oportunista aquilo que é dever nosso.
não ha o que discutir, este Bolsonaro é o “eurico miranda” dos militares, ele se aproveita mais deles que a eles ajuda. Lamentável !
 
Alexandre
6 days ago
VIVA A CONTRA-REVOLUÇÃO!!! VIVA OS MILITARES!!! O PAÍS PRECISA URGENTE DE MAIS UMA! DESSA VEZ EXTERMINEM OS CORRUPTOS, BANDIDOS E ASSASSINOS DE UMA VEZ POR TODAS!
 
Alexandre
6 days ago
VIVA A CONTRA-REVOLUÇÃO!!! VIVA OS MILITARES!!! O PAÍS PRECISA URGENTE DE MAIS UMA! DESSA VEZ EXTERMINEM OS CORRUPTOS, BANDIDOS E ASSASSINOS DE UMA VEZ POR TODAS! QUEM MORREU NA ÉPOCA MERECEU!
 
Ivani dos santos leal
6 days ago
Eu só gostaria de saber porque não interrogam os civis que mataram militares que na maioria eram soldados que não sabiam de nada, pois estavam cumprindo ordem. Morreu gente dos dois lados.
 
Netinho
6 days ago
Bolsonaro nosso presidente!
 
Netinho
6 days ago
Engraçado vejo uma massa falando contra o PT, contra a Dilma, contra a corrupção e pondo nomes, uma massa querendo de volta os militares etc, mas não vimos isso na mídia televisiva principalmente na globo. Aliás, a pesquisa do IPEA deve ter vazado e caiu na mídia só pode, pois devem ter observado como as feministas ficaram com raiva e começaram a mostrar pedaços de carnes com dizeres de não querem ser estupradas. Algum erro técnico botou essa pesquisa no ar e deu no que deu mas a imprensa só mostrou o povo do contra o resultado do IPEA postando videos, fotos e comentários e as feministas mau comidas aproveitaram pra mostrarem bundas e peitos. DITADURA NESSA CAMBADA JA! BOLSONARO PRESIDENTE DO BRASIL.
 
PARA REFLETIR...
6 days ago
SERÁ QUE TODO MUNDO SABE QUE CUBA É UMA ” DITADURA ” HÁ 55 ANOS?
E É ESSA CUBA QUE É A MENINA DOS OLHOS DA TCHURMA DO APEDEUTA E SEUS SEGUIDORES.
QUANTO À DITADURA MILITAR DE 1964, COM TODA A CERTEZA, NINGUÉM DE BOM SENSO PODE APROVAR OS ABSURDOS COMETIDOS NAQUELE PERÍODO ( MAIS DE UM LADO QUE DO OUTRO, MAS DOS DOIS LADOS );
PORÉM PODEMOS TER CERTEZA TAMBÉM QUE, HOJE, TEMOS UMA DEMOCRACIA ( APÓS 21 ANOS DO REGIME MILITAR ).
CUBA CONTINUA UMA DITADURA, HÁ 55 ANOS…
SE NÃO TIVESSE HAVIDO O GOLPE MILITAR EM 1964 E O COMUNISMO TIVESSE SIDO IMPLANTADO NO PAÍS, NÃO ESTARÍAMOS UM PAÍS COMUNISTA, COMO CUBA, ATÉ HOJE?
 
https://poderonline.ig.com.br/index.php/2014/04/01/sessao-solene-sobre-golpe-tem-confusao-na-entrada-e-perfomance-de-bolsonaro/